Dia: 27 de julho de 2016

POLÍCIA FEDERAL REALIZA APREENSÕES EM OPERAÇÃO FALSÁRIO

POLÍCIA FEDERAL REALIZA APREENSÕES EM OPERAÇÃO FALSÁRIO

By sudamar on 27 de julho de 2016 in Entrevistas, Reportagens

Servidores públicos, funcionários de Cartórios de Registro Civil e de Notas formavam a organização criminosa e possibilitavam o esquema de falsificação de documentos  inserindo dados falsos nos sistemas, gerando certidões de nascimentos que não existiam nos livros do cartório.
téléchargement (1)Segundo os relatos dos delegados da Polícia Federal Cléo Mazzotti e Glauber Fonseca Carvalho de Araújo a investigação teve início em 2014 com a prisão de um palestino que foi preso se passando por brasileiro tentando emitir passaporte com documentos falsos em Ponta Porã, MS. Ele havia entrado no Brasil anteriormente com seus documentos originais, o que chamou a atenção da PF. A análise das digitais confirmou a falsificação dos documentos.

Como ele, seus pais e irmão também pagaram por documentos falsos para entrar e permanecer no pais como brasileiros natos.

A Operação Falsário foi deflagrada nesta terça-feira (26) pela Polícia Federal, que cumpriu mandatos de busca e apreensão expedida pela Justiça Federal. Diversas pessoas são investigadas, e foram identificados alguns beneficiários do esquema. Computadores, celulares e documentos foram apreendidos, mas até o momento ninguém foi preso.

OPERAÇÃO NIÁGARA DA POLÍCIA FEDERAL COMBATE ESQUEMA DE COMPRA DE VOTOS

OPERAÇÃO NIÁGARA DA POLÍCIA FEDERAL COMBATE ESQUEMA DE COMPRA DE VOTOS

By sudamar on 27 de julho de 2016 in Geral, Reportagens

pf

A Polícia Federal cumpriu nesta terça-feira (26) os mandatos de busca e apreensão, de intimação de suspeitos e condução coercitiva, por investigados de participar de esquema de compra de votos em Alagoas.

O objetivo da Operação Niágara é combater ações que visavam angariar votos para as eleições de outubro/2016.

Um pré-candidato a prefeito da cidade de Viçosa e um proprietário rural estão entre os suspeitos de distribuir dinheiro e benesses ao eleitorado.

ESQUEMA DE FRAUDES DA LEI ROUANET SOB INVESTIGAÇÃO DA POLÍCIA FEDERAL

ESQUEMA DE FRAUDES DA LEI ROUANET SOB INVESTIGAÇÃO DA POLÍCIA FEDERAL

By sudamar on 27 de julho de 2016 in Entrevistas, Reportagens

Foram publicadas no “Diário Oficial” do Estado de São Paulo desta terça (26) prestações de contas de projetos do Programa de Ação Cultural, investigados pela Operação Boca Livre, deflagrada em junho.

A Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo não aprovou as contas prestadas dos quatro projetos de autoria do Grupo Bellini Cultural, que captaram quase 1 milhão de reais em isenções dealx_brasil-politica-pf-operacao-boca-livre-lei-rouanet-20160628-04_original1 ICMS de 2009 à 2012.

O Ministério Público Federal e a Polícia Federal estimam que 180 milhões de Reais tenham sido desviados desde 2001 pela Beline. A empresa tem o prazo de 15 dias para contestar a reprovação e explicar as irregularidades. Dentre elas:  o uso de notas frias, superfaturamento, sonegação e contratação de serviços e produtos inexistentes